16 de setembro de 2011

Uso correto dos verbos no infinitivo


Quando estudamos sobre verbos, aprendemos que, além dos modos indicativo, subjuntivo e imperativo, temos as formas nominais, em que os verbos não apresentam flexões de tempo e de modo, exercendo funções próprias de nomes (substantivos, adjetivos e advérbios) e por isso recebem esse nome.

As formas nominais do verbo são: infinitivo, gerúndio e particípio. Nesta postagem, falarei primeiro sobre o uso correto dos verbos no infinitivo.

Na língua portuguesa, há duas formas de infinitivo:

• O não flexionado, conhecido como impessoal, é a forma como encontramos o verbo no dicionário com a desinência –r: cantar, dançar, vir, partir, ver, ser etc.

• O flexionado, conhecido como pessoal, é o que apresenta desinências especiais para as três pessoas do plural e para a segunda pessoa do singular. Veja um exemplo de infinitivo pessoal com o verbo “cantar”:

Cantar
Cantares
Cantar
Cantarmos
Cantardes
Cantarem

Agora que sabemos quais são as formas do infinitivo, vamos ver o seu emprego:


• Infinitivo impessoal

Emprega-se o infinitivo impessoal nestas situações:

a) Quando não estiver se referindo a sujeito algum: É necessário controlar os preços das mercadorias.

b) Tem valor de imperativo (ordem): O comandante mandou: atirar!

c) Quando fizer parte de uma locução verbal: As pessoas deviam ler mais.

d) Quando for dependente de verbos como “deixar”, “fazer”, “mandar”, “ouvir”, “sentir” e “ver” e tiver por sujeito um pronome oblíquo: Mandei-os sair; Deixe-os fazer o que querem.

e) Quando é precedido pela preposição “de” antecedida de adjetivos como “fácil”, “difícil”, “possível” e semelhantes, assumindo o sentido passivo: Isso é fácil de resolver (ou “de ser resolvido”); Esses exercícios não são difíceis de resolver (ou “de ser resolvido”).


• Infinitivo pessoal

Empregamos o infinitivo pessoal nas seguintes situações:

a) Quando tiver sujeito próprio: A solução era voltarmos; Para nós resolvermos o problema, precisaremos de tempo.

b) Quando o sujeito for indeterminado, devendo estar na terceira pessoa do plural: Ouvi dizerem coisas a seu respeito.


Nenhum comentário: