15 de setembro de 2011

De onde vêm as palavras: Ser homem de boa-fé



No capitólio romano havia o templo da Bona Fides, Boa Fé, cuja festa era celebrada a 1º de outubro. Transações privadas precisavam ter fides publica, fé pública, que garantia a convivência social mediante a confiança que os cidadãos deveriam ter uns nos outros. Os que ali faziam promessas e depois as descumpriam, ainda antes da sistematização do direito, eram pessoas de má-fé, expressão que atravessou os séculos e ainda é usada. Já ser homem de boa-fé é ser pessoa de bem, em cuja palavra se pode confiar, ainda que designe também o homem simples, que em sua boa-fé pode ser enganado pelo de má-fé.

Fonte: De onde vêm as palavras II

Nenhum comentário: