15 de dezembro de 2010

Plural dos substantivos compostos

Na primeira postagem, introduzi o assunto dizendo que não era uma tarefa fácil pluralizar os substantivos compostos e que requereria uma atenção especial a algumas regras.

Nesta segunda e última postagem sobre o tema, vou falar sobre a pluralização em compostos formados por palavras invariáveis (advérbios, prefixos), por verbos e situações em que o composto não varia totalmente.

1. Substantivo compostos em que somente o segundo elemento varia. O segundo elemento da composição varia nas seguintes formações:
a) verbo + substantivo: beija-flor – beija-flores; quebra-mar – quebra-mares; guarda-chuva – guarda-chuvas; bate-boca – bate-bocas.
b) palavra invariável + substantivo: vice-presidente – vice-presidentes; ex-presidiário – ex-presidiários; alto-falante – alto-falantes;
c) grão, grã e bel + substantivo: grã-duquesa – grã-duquesas; grão-duque – grão-duques; bel-prazer – bel-prazeres.
d) compostos de três ou mais elementos, sem preposição: bem-te-vi – bem-te-vis.

2. Substantivo composto formado por verbos repetidos. Neste caso, ambos os elementos vão para o plural ou somente o segundo:
• bule-bule – bule-bules ou bules-bules;
• corre-corre – corre-corres ou corres-corres;
• pega-pega – pega-pegas ou pegas-pegas.

3. Substantivo composto invariável. Há situações em que o substantivo composto fica totalmente invariável. Vejamos:
a) Substantivo composto por verbos não repetidos: os perde-ganha; os leva e traz.
b) Quando o segundo elemento do substantivo composto já estiver no plural: os troca-tintas; os quebra-nozes; os salta-pocinhas; os espirra-canivetes.
c) Quando o substantivo composto é formado por verbo + advérbio: os bota-fora; os pisa-mansinho; os bota-abaixo.

4. Existem frases substantivas presentes no nosso vocabulário e estas não variam: as estou-fraca; os não sei que diga; os disse me disse; os bumba meu boi.

Um comentário:

J.Nunez disse...

lindo e inteligente uma combinação perfeita!