13 de maio de 2010

Verbos, como usá-los?

Uma das maiores dificuldades dos falantes e escritores em língua portuguesa e quanto ao uso dos tempos verbais. Perguntam-se se em determinada frase, usamos o subjuntivo ou indicativo, enfim, são dúvidas que as pessoas têm (e com razão), pois a conjugação verbal em nossa língua é uma das mais difíceis, devido à quantidade de tempos e modos de conjugação. Ufa!

Por causa disto, decidi criar algumas postagens sobre o assunto e espero que seja bem esclarecedor. Vamos começar pelos tempos verbais no modo indicativo.

Presente do Indicativo

a) Exprime um fato que ocorre no momento em que se fala:
Neste momento, ele olha para mim.

b) Pode indicar fatos ou estados permanentes, bem como para exprimir uma verdade científica:
A Lua é um satélite.
Por um ponto passam infinitas retas.

c) Exprime uma ação habitual:
Não janto aos domingos.
Acordo todos os dias às sete horas.

d) Dá atualidade a fatos ocorridos no passado (presente histórico)
Deodoro proclama a República em 1889.

e) Indica fato futuro bastante próximo, quando se tem certeza de que ele ocorrera:
Viajo daqui a uma semana.
Telefono para você amanhã sem falta.

f) Substitui o imperativo, indicando, numa linguagem afetuosa, mais um pedido que uma ordem:
Você me faz um favor? (= Faça-me um favor.)

Fonte: Curso prático de gramática

Nenhum comentário: