17 de maio de 2010

Verbos, como usá-los? (2)

Pretérito Imperfeito do Indicativo

Exprime um fato anterior ao momento em que se fala, mas não o torna concluído, acabado. Possui aspecto cursivo (ou durativo), pois revela o fato em seu curso, em sua duração:

Ele falava muito durante as aulas.

Pretérito Perfeito do Indicativo

É empregado para exprimir um fato passado, apresentando-o como acabado, concluído.

Ontem, eu telefonei para você.

- Diferenças

É importante notar as seguintes diferenças entre o Pretérito Imperfeito e o Pretérito Perfeito:

a) O Pretérito Imperfeito exprime um fato passado habitual; o Pretérito Perfeito, um fato não habitual:

Quando me convidavam, comparecia.
                           Pret. Imperf.

Quando me convidaram, compareci.
                          Pret. Perf.

b) O Pretérito Imperfeito exprime uma ação em seu curso, não limitada no tempo; o Pretérito Perfeito exprime uma ação momentânea, definida no tempo:

Pretérito Imperfeito. Ele praticava esporte, estudava artes e trabalhava. (ou seja, ele continua a desempenhar todas estas atividades)

Pretérito Perfeito. Ele praticou esporte, estudou artes e trabalhou. (ou seja, ele não continua a desepenhar estas atividades hoje)

Fonte: Curso prático de gramática

Nenhum comentário: