26 de abril de 2010

Crase (2)

Não ocorre crase



Vimos que uma das condições para que ocorra a crase é o termo regido admitir a anteposição do artigo a ou as. Quando não houver o artigo feminino, evidentemente não haverá crase. Sabendo disto, vamos observar as ocorrências em que não ocorre crase:

1. Diante de palavras masculinas:
Isto cheira a perfume.
Gostava de andar a .

2. Diante de verbos no infinitivo:
Ainda há muita coisa a fazer.
Estava disposto a ganhar o concurso.

3. Diante da maioria dos pronomes:
Entregaram o prêmio a ela.
Peço licença a Vossa Excelência.
Fizeram referência a esta carta.
Não fizeram alusão a alguma possibilidade de devolução da mercadoria.
A pessoa a que me referi não está presente neste momento.

Observações:
a) Diante dos pronomes pessoais de tratamento senhora e senhorita, há ocorrência da crase: Dizia à senhora o ocorrido de ontem.
b) De acordo com a regência, ocorre a crase nos relativos “a qual” e “as quais”: A amiga à qual perdoei está doente (Eu perdoei à amiga).

4. Nas expressões formadas por palavras repetidas:
Gota a gota; frente a frente; ponta a ponta; passo a passo; dia a dia.

5. Diante de substantivos empregados em sentido genérico:
Falava a pessoas desinteressadas.
Fez alusão a cidades litorâneas.
Não se referiu a criatura alguma.

Observação. Percebam que o substantivo usado de maneira genérica pode estar tanto no singular como no plural.

6. Antes do artigo definido “uma”:
Já assistiram a uma tourada?
Você faz jus a uma recompensa.

7. Antes de numeral cardinal:
O vilarejo fica a duas léguas da cidade.
Chegarei daqui a quatro dias em sua casa.

Nenhum comentário: