18 de fevereiro de 2010

Prepare seu português (2)

2. Cuidados na escrita das palavras
Erros ortográficos podem desfazer a boa imagem que os outros fazem de nós.

Os problemas de grafia dos brasileiros são muito maiores do que as dúvidas porventura estimuladas pelo novo acordo ortográfico, que completou um ano no país. O sistema Anglo compilou até uma lista com erros frequentes em redações de concursos. Há os tropeços de memória semântica ou sintática e de insegurança gráfica ("porque" junto ou não, "mal"/"mau", "exceção", "privilégio", "flagrante", "infringir" etc.). Há também a falta de correlação visual ou de sensibilidade acústica na hora de se localizar a sílaba tônica: "anônimato" (por comparar-se ao cognato primitivo "anônimo"), "espontâneidade" (devido a "espontâneo"), "essêncial" (de "essência"), "ingênuidade", "paciênte", "váriados". E há os casos em que se sabe que uma palavra tem acento, mas não onde: daí "tambêm" e "alguêm", denunciando o quanto a pessoa escreve pelo olho, não pelo ouvido nem pelo cálculo. Outra categoria é a dos termos acentuados sem consciência do que se está fazendo. Daí "algúns", "álias", "cancêr", "chápeu", "avalia-lá", "ângustia".

O balanço é preliminar. Imagine se fosse feita uma amostra estatística completa?

O tropeço
Advinhar
Ascenção
Beneficiente
Excessão
Pego em "gragrante"
Impecilho
"Mal" uso
Paralizado
Pixar
"Porque" você foi?
Previlégio
Vultuoso
Frustado

O Correto
Adivinhar
Ascensão
Beneficente
Exceção
"Flagrante"("fragrante" refere-se a "fragrância", odor)
Empecilho
"Mau" ("bom" x "mau"; "bem" x "mal")
Paralisado
Pichar
"Por que"(separado). Se estiver dada ou subentendida a palavra "razão", é escrito separadamente. Reserve "porque", junto, para as respostas
Privilégio
Vultoso
Frustrado

Fonte: Revista Língua Portuguesa

Nenhum comentário: